24 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
20/02/24 às 11h35 - Atualizado em 20/02/24 às 11h38

GDF realiza mutirão de limpeza e combate à dengue na Estrutural

COMPARTILHAR

Cidade recebeu ação conjunta de vários órgãos e empresa públicas que promoveram um verdadeiro mutirão em dois dias de atuação.

 

Mais de 40 caminhões e 5 pás carregadeiras participaram da operação – Foto Ascom RA/SCIA

 

Sábado e domingo, dias 17 e 18 de fevereiro, foram dias de realizar uma verdadeira faxina na Cidade Estrutural. O Governo do Distrito Federal uniu forças e em parceria com a Novacap, SLU e Defesa Civil, DF Legal e Secretarias de Estado promoveram um verdadeiro mutirão de limpeza objetivando combater o mosquito transmissor da dengue em toda a cidade.

A operação fez parte do programa emergencial de combate à dengue que o GDF está realizando em todas as cidades satélites e na Estrutural não foi diferente. Mais de 40 caminhões e 5 pás carregadeiras, além de um efetivo de aproximadamente 500 pessoas percorreram todos os setores da cidade recolhendo entulho e inservíveis, além de conscientizar a população sobre os cuidados com a doença.
 
Os secretários José Trinchão e Valmir Lemos acompanharam a operação na Cidade Estrutural – Foto Ascom RA/SCIA

 

O administrador Alceu Prestes e o Secretário José Trinchão acompanhando a operação de limpeza na Estrutural – Foto Ascom RA/SCIA

 

Mesmo debaixo de muita chuva, em alguns momentos, nos dois dias de operação foram recolhidas mais de 800 toneladas de entulho que foram encaminhadas para a Unidade de recolhimento do SLU, além da recuperação de algumas vias que estavam intransitáveis no Cabeceira do Valo e Santa Luzia, com aplicação de RCC. Essas ações foram acompanhadas de perto pelo secretário de cidades, José Trinchão e pelo secretário adjunto de governo Valmir Lemos. Ambos percorreram a cidade acompanhados do administrador Alceu Prestes de Mattos.

Corpo de Bombeiros participou da operação de combate a dengue – Foto Ascom RA/SCIA

 

Paralelo ao trabalho de recolhimento de entulho e inservíveis, mais de 300 homens do Corpo de Bombeiros e aproximadamente 30 da Vigilância Ambiental fizeram visitas a residências, identificando e eliminando possíveis criadouros do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. As visitas serviram para a identificação e aplicação de produto químico, além de conscientizar a população sobre os riscos da doença. Além disso, seis viaturas adaptadas para o fumacê percorreram o Santa Luzia, Chácara Suzano e outros setores críticos da cidade realizando a pulverização de veneno nocivo ao mosquito.

O DF Legal também participou da ação realizando fiscalização em estabelecimentos localizados no Setor de Oficinas e Cidade do Automóvel, que realizam o descarte desenfreado de entulho e inservíveis por vias públicas, além do acumulo de descartáveis em seus interiores, o que propicia a proliferação do mosquito Aedes Aegypti. Esses estabelecimentos foram autuados e poderão receber multas que podem chegar a R$ 20 mil. Outros estabelecimentos foram mapeados e receberão a visita de fiscais do órgão no decorrer da semana.

DF Legal fiscalizou vários lotes e fez autuações – Foto Ascom RA/SCIA

 

A preocupação do GDF com os crescentes casos de dengue é notória, e na Estrutural não é diferente. De acordo com Alceu Prestes, as operações irão continuar de forma rotineira visando o combate ao mosquito. “Mesmo antes desta operação, nós da Administração Regional realizamos ações que se tornaram rotina, aonde recolhemos aproximadamente 40 toneladas de entulho e inservíveis por dia nas vias da cidade. Isso sem contar com a parte que cabe ao SLU que recolhe o lixo doméstico, além do serviço de varrição de ruas e o já tradicional cata-cata. Mesmo assim, parece que estamos enxugando gelo, pois a população ainda não se deu conta do desastre que a dengue pode causar. Com isso vamos continuar com as ações de limpeza, além de trabalharmos diuturnamente na conscientização dos moradores da Estrutural.”

Mattos ainda enfatizou que a participação dos moradores é fundamental nesse processo contra a dengue, fazendo a sua parte e seguindo à risca as recomendações dos órgãos de saúde. “Se os moradores adotarem o mínimo dos cuidados necessários para o combate ao mosquito transmissor da dengue, teremos um grande avanço para a erradicação da doença, nisso estamos conscientizando a população dos riscos e das ações que todos devemos tomar. Assim temos a certeza de que em breve vamos eliminar esse mal que se instalou na nossa cidade”, finalizou.

 O saldo nos dois dias de operação na cidade foi:

  •  800 toneladas de entulho e inservíveis recolhidas;
  • Recuperação de vias no Santa Luzia e Cabeceira do Valo e utilização de 140 toneladas de RCC;
  • Mais de 20 estabelecimentos visitados e/ou autuados pelo DF Legal na Cidade do Automóvel e Setor de Oficinas;
  •  Emprego de 40 caminhões e 5 pás carregadeiras, além de outros maquinários;
  • Aproximadamente 500 pessoas envolvidas na operação;
  • Envolvimento do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, DF Legal, Vigilância Ambiental e demais secretarias de estado, além da Administração Regional local.
Mapa do site Dúvidas frequentes