24 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
29/01/24 às 12h41 - Atualizado em 29/01/24 às 12h42

Administração Regional concentra atuação em setores mais atingidos pelas fortes chuvas na Estrutural

COMPARTILHAR

A chuva castigou o Distrito Federal no último final de semana, a exemplo de várias cidades satélites, a Estrutural também foi atingida pelas águas que causaram transtornos, principalmente aos moradores do Setor Santa Luzia.

Foto – Ascom RA/SCIA

Como já se previa, a Administração Regional estava preparada para possíveis impactos causados pelas chuvas e de imediato prestou atendimento as famílias atingidas, bem como realizou ações de recuperação e desobstrução das vias atingidas.

Por se tratar de uma área irregular e não possui qualquer infraestrutura a não ser intervenções paliativas do estado, o Santa Luzia foi um dos locais mais impactados, mas, durante a tempestade e logo pela manhã desta segunda-feira (08), as equipes estavam atuando afim de amenizar os problemas causados pelos temporais. “Felizmente não houve danos maiores a não ser algumas ruas intransitáveis e poucas residências que alagaram devido ao desnível dos terrenos em relação a rua. Mas graças a Deus, foram incidentes pontuais que já estamos solucionando. Foram feitos trabalhos de raspagem das ruas e aplicação de RCC. Já em relação as famílias que sofreram maior impacto, essas foram assistidas”, disse o chefe de gabinete Fábio Souza.

 

Foto – Ascom RA/SCIA

Infelizmente devido a precariedade do local e a estrutura montada pelos ocupantes, muitas ruas não possuem condições de trafego e no período chuvoso a situação se agrava, o que impede a realização de paliativos por parte do governo afim de amenizar os problemas do local, mesmo assim, equipes estão de prontidão no atendimento aos casos emergenciais.

 

Foto – Ascom RA/SCIA

Já em outros setores da Estrutural a Administração Regional realizou nos últimos meses ações preventivas de manutenção e recuperação das bocas de lobo. Ainda em parceria com a Novacap realizou a desobstrução das galerias de águas pluviais. Esse trabalho preventivo se tornou rotina para a Coordenadoria de Licenciamento, Obras e Manutenção. “Graças ao trabalho realizado evitamos maiores impactos causados pela ação das chuvas e, mesmo durante o período chuvoso, as ações continuam a todo vapor”, disse a coordenadora Gláucia Camar.

A Novacap também tem um papel importante na prevenção sinistros causados pelas chuvas. Está em andamento projeto de ampliação da rede de captação das águas pluviais, principalmente as localizadas na Avenida 9 de Julho, Setor de Oficinas e Setor Oeste. “Já foram feitos estudos de viabilidade e o setor de projetos do órgão está responsável pela elaboração e execução das obras, enquanto isso a Administração Regional está monitorando as áreas”, enfatizou.

Recentemente na Cidade do Automóvel, foi realizado mutirão que envolveu Novacap, Funap e programa Mãos Dadas da Seap, que promoveram a limpeza e manutenção de todas as bocas de lobo, além do serviço de tapa-buracos. A ação se estendeu, chegando ao Pró-DF e a Cidade Estrutural.

“É de suma importância esse trabalho que realizamos em toda a cidade. Nesse período, as nossas atuações acontecem em locais já identificados, localizados principalmente no Santa Luzia, que recebe toda a nossa atenção. Essas ações fazem parte do cronograma diário da Administração e que são intensificados neste período chuvoso”, disse o chefe de gabinete.

Lixo, entulho e inservíveis

Foto – Ascom RA/SCIA

O lixo é a principal causa de entupimento dos bueiros e impede o escoamento das águas pluviais. Segundo a Administração Regional, o SLU mantém a coleta de lixo em dia e a Administração realiza o recolhimento de entulho e inservíveis, porém a comunidade precisa se atentar ao dia e horário de coleta do lixo orgânico para colocar o saco de lixo, bem amarrado, em frente das residências, evitando assim, que ele se espalhe pelas vias. Também é importante separar o orgânico do reciclável e no caso de entulho e inservíveis é necessário promover o recolhimento de imediato ou, sendo o caso, alugar contêiner apropriado para acumulo desse material. “Nos dias chuvosos, principalmente aqueles mais fortes, os sacos são carregados pela água e ficam parados nos bueiros e isso faz com que alagamento aconteçam”, disse o administrador Alceu Prestes de Mattos.

A Administração Regional realiza ações diárias de conscientização da população mostrando os impactos que a prática pode causar para a população, bem como da divulgação diária do que é feito e o quantitativo de lixo, entulho e inservíveis que são recolhidos. “Com isso esperamos que a população se conscientize de que o descarte de inservíveis, lixo e entulho deve ser feito da forma correta para que se evite transtornos e aos poucos estamos conseguindo mostrar o caminho correto para o descarte correto do lixo. É um trabalho de formiguinha que estamos realizando e o nosso objetivo é conseguir resolver esse problema sem a necessidade de oficiar outros órgãos afim de punir alguns infratores que ainda insistem em jogar seus descartáveis em vias públicas”, finalizou Alceu.

A Administração Regional ainda disponibiliza telefones de órgão a serem acionados em caso de emergência:

Defesa Civil: 199;

Bombeiros: 193;

Caesb: 115;

CEB: 155;

Neoenergia: 116;

Administração Regional do SCIA/Estrutural: 3396-2641

Mapa do site Dúvidas frequentes