07 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
15/10/21 às 9h16 - Atualizado em 15/10/21 às 10h00

Projeto levará melhorias sanitárias para população vulnerável

COMPARTILHAR

Moradores da Estrutural serão os primeiros beneficiados pelo projeto Nenhuma Casa Sem Banheiro, desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab-DF), em parceria com o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal (CAU-DF).

A iniciativa, lançada nesta quinta-feira (14), prevê a execução de melhorias sanitárias em domicílios em áreas de vulnerabilidade social, por meio de programas e ações que possibilitem a execução de atividades ligadas à Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis) no DF.

“Antes de tudo, essa é uma questão de dignidade. Por mais humilde que seja a família, todos merecem viver num ambiente seguro, saudável. Este programa é importante para que a gente possa melhorar a vida de quem realmente precisa”, diz o governador Ibaneis Rocha.

Nesta primeira fase, além de viabilizar recursos para a execução das obras, a Codhab cederá equipe social e técnica para orientar os profissionais do CAU-DF, que, por sua vez, irá disponibilizar, com recursos próprios, sete profissionais de arquitetura e urbanismo para desenvolvimento do projeto arquitetônico de construção/reforma ou adaptação de unidades sanitárias. Os beneficiários serão indicados pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes).

“O projeto Nenhuma Casa Sem Banheiro é mais uma demonstração do respeito e carinho do nosso governo, em especial do governador Ibaneis Rocha, com as famílias mais necessitadas. Elas precisam de dignidade e é isso que estamos fazendo, chegando até pessoas mais simples e humildes, dando a elas condições sanitárias necessárias”, completou o presidente da Codhab, Wellington Luiz.

Vale ressaltar que a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que para cada R$ 1 investido em saneamento, há uma economia de R$ 4 em saúde pública, o que traz uma importância ímpar para a implementação deste projeto no DF.

Além disso, a ação está alinhada com o sexto objetivo de desenvolvimento sustentável (ODS 6 – Água Potável e Saneamento) da Agenda 2030.

O projeto, lançado em 2020 pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU-RS), objetivando o enfrentamento à pandemia da covid-19, no âmbito da Athis, proporcionou a instalação/reforma de unidades sanitárias em domicílios consolidados, resultando na promoção da saúde coletiva e na qualificação habitacional.

Tão logo decidiu trazer o programa para o Distrito Federal, o CAU-DF encontrou na Codhab-DF a parceira ideal para desenvolver a iniciativa.

No âmbito da companhia, o projeto dá continuidade ao trabalho realizado desde 2018 na prestação do serviço de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social, por meio do projeto Na Medida e do subprograma Melhorias Habitacionais.

*Com informações da Codhab-DF

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros